Caderno de figurinos

Papel bom é caro e raro, então aproveitei retalhos das folhas de Fabriano 350g que comprei ano passado e encadernei. O resultado é esse sketchbook com formato muito bom para desenhar gente em pé, e portanto figurinos, parte muito importante da minha pesquisa para histórias em quadrinhos. Aqui em baixo, um vídeo curtinho mostrando como ele está ficando:

Eu uso bico de pena e nanquim para as linhas, e aquarela para as cores, e aqui estão alguns que já colorizei:

Me baseio em anúncios de roupas e moda que encontro nas revistas e impressos que pesquiso, como os da revista A Máscara, entre os anos de 1920 e 1921.

Detalhe da revista A Mascara, 1921, Ed. 00046, p. 146. Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.
Detalhe da revista A Mascara, 1920, Ed. 00013, p. 37. Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.

O figurino é um elemento que marca uma temporalidade, então considero o seu estudo indispensável seja para uma história em quadrinhos, seja para uma produção audiovisual.

2 comentários

  1. Mariana

    Que arte maravilhosa!!!! Nunca gostei tanto de looks antigos como gosto agora olhando seu trabalho.
    Linhas marcantes, cores vibrantes, MUITA PERSONALIDADE!!! Parabéns…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s